AMINOÁCIDOS ESSENCIAIS: IMPORTÂNCIA PARA O ORGANISMO



Os aminoácidos exercem papéis importantes no organismo, como melhora do sono, humor e desempenho físico. Sabendo que as proteínas são estruturas celulares, formadas por polímeros de aminoácidos (A.A), por meio de ligações peptídicas, entende-se a importância funcional para a contração muscular, transporte, hormônios, imunidade, catalisação e, outras funções que incitam tamanha importância em pesquisas.

Com isso, temos os aminoácidos essenciais que, não são sintetizados pelo organismo e por isso, precisam ser obtidos por fontes externas, para serem funcionais. Quando utilizados, podem agregar ergogenicamente junto aos praticantes, atletas ou até mesmo em ajustes de rotina alimentar.

Aminoácidos essenciais

Aminoácidos essenciais são aqueles que o organismo não consegue produzir sozinho, ou seja, são encontrados em alimentos que precisam ser ingeridos. São eles: valina, isoleucina, lisina, leucina, metionina, fenilalanina, triptofano, histidina e treonina.

Benefícios dos aminoácidos para a saúde

As pesquisas demonstram efetividade acerca da suplementação de A.A em combate ao estresse oxidativo, diante do turnover proteico, fadiga, prevenção de lesões, preservação de massa magra, melhora de composição corporal e outras.

Um estudo interessante demonstrou que a ingesta de aminoácidos associado a ciclos de treinamento intervalado, pode contribuir para a preservação de massa magra e redução de gordura corporal. No entanto, é importante citar o controle alimentar durante o período de suplementação, além do ajuste de treinamento individualizado.

Outro levantamento interessante relacionou a utilização de leucina livre e outros aminoácidos essenciais através da dieta, em treinamento de resistência, levando ao aumento de força e melhora de composição corporal.

É consenso que existe efetividade no uso dos aminoácidos essenciais para melhora de desempenho, entretanto sugere-se o acompanhamento nutricional e prescrição suplementar de um profissional de saúde especializado.


REFERÊNCIAS:

AHMADIZAD et al.,2020:TAKEGAKI et al., 2020: FERNANDEZ et al., 2020.

ARAZI et al., 2021: YOUNG et al., 2020: RHIM et al., 2020.

KERKSICK et al., 2021: GAMBARDELLA et al., 2021.

OBRADOVIC et al., 2020.


Caroline Ayme Fernandes Yoshioka é nutricionista Esportiva-EEFE/USP, mestre em Suplementação-USJT, doutoranda em Esporte-UNICAMP e consultora da Ajinomoto do Brasil no Projeto Vitória.